terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Projecto sem Impacto - Dia 3.

O dia três deste projecto está a ser, até ao momento, o mais fácil para mim. O tema de hoje é "transportes". Hoje, particularmente, não pretendo sair de casa, e se sair é só para ir tomar chá com uma amiga minha que é minha vizinha, isto porque amanhã tenho exame e mais não preciso de dizer. Mas, tendo em conta todos os meus percursos habituais, a verdade é que é raro andar fora de casa (a não ser ao fim de semana, quando vou sair com o meu namorado). Em Vila Real nem sequer tenho passe, vou para a Universidade a pé e para qualquer outro sítio a que me precise de deslocar. E no Porto, a mesma coisa. Na minha cidade desloco-me até quase tudo a pé ou aproveito boleia dos meus pais quando vou na mesma direcção que eles. Sempre que tenho que ir para o centro do Porto, utilizo os comboios. E na viagem Vila Real - Porto e vice-versa vou sempre de autocarro (porque não há comboio). Posto isto, não tenho forma de reduzir mais os meus transportes a uma forma sustentável.

 



Falando do lixo de ontem, foi relativamente pouco. A lata de salsichas foi reaproveitada, como já tinha dito, para por as colheres de pau cá na cozinha. A casca da banana, caso estivesse no Porto tinha ido para a compostagem, a garrafa de água já estava aqui há algum tempo e estava a deformar-se. Os papéis são vestígios do estudo... Mas estão usados de ambos os lados!
No geral, eu gosto bastante de andar a pé. E as caminhadas matinais até à Universidade sabem-me mesmo bem, até porque no caminho até lá encontramo-nos em contacto com a Natureza. Caminhar tornou-se das minhas actividades favoritas. Adoro sentir o vento na cara, acalmar os pensamentos e estar comigo mesma em introspecção nessas caminhas (pelo menos quando não tenho companhia). E vocês? Como vão para o trabalho ou para a Universidade?

3 comentários:

Liliana Cristina disse...

Eu desloco-me a pé e gosto muito de andar a pé. Quando faço o percurso Benavente-Figueira tenho de apanhar um autocarro para Vila Franca de Xira, apanhar o InterCidades e por fim o meu pai buscar-me à estação que isso depende a hora que chego. Quando faço o percurso inverso vou de autocarro até lisboa, apanho o metro e por fim o outro autocarro. Infelizmente tenho que dar estas voltas para chegar ao destino.

Especialmente Gaspas disse...

Como fazes tão pouco lixo?! as coisas hoje em dia trazem tantas embalagens que fico doida...

☆•.¸.Mildred.¸.•☆ disse...

Bravo pour ton souci de l'environnement!
Moi aussi je me déplace en train dès qu'il est possibleo)

***
À bientôt Mariana****