quarta-feira, 4 de abril de 2012

Ideias verdinhas #1

 Usar um garrafão de água para armazenar a água do banho, enquanto espero que fique quente.
Uma das primeiras medidas que achei por bem adoptar, foi a reutilização da água do banho. Na minha casa de Vila Real a água quente demora imenso tempo a chegar, e como por essas bandas é praticamente impossível tomar banho de água fria - porque nos gela a cabeça - armazeno toda a água gélida que anteriormente ia pelo cano a baixo num garrafão de cinco litros. Para meu espanto, num só banho enquanto estava à espera que a água aquecesse já armazenei a capacidade de um garrafão inteiro. Mas o que acontece a essa água? Podem-me perguntar, ou a uso para lavar as mãos, ou para lavar a roupa suja, ou então para chá e comida. Existem várias utilidade, é mais económico, ecológico e para além do mais começasse a ter uma maior sensibilidade perante o gasto da água.

Começar a levar comida feita em casa para a Universidade.
Uma das coisas que me aconteceu quando fui para a UTAD, uma vez que sou vegetariana (e a comida vegetariana da cantina é péssima e muitas das vezes inexistente) foi ficar com inícios de anemia - algo que nunca me aconteceu durante os três anos de vegetarianismo. Para além de pagar por algo que não me nutre, nem sequer faz bem à minha saúde (muitas das vezes são fritos e legumes poucos ricos em vitaminas essenciais) eu e as minhas meninas decidimos começar a levar comida para a hora de almoço, algo que acaba por ser muito mais ecológico e económico, porque basta fazer comida a mais (aproveitando o gás que se está a usar) para levar no dia seguinte. A primeira refeição foram lentilhas estufadas com batatas com oregãos, diga-mos que estava uma delicia e me soube pela vida :)

Tirar a bateria do portátil quando está ligado à corrente.
Estava na biblioteca com uma amiga, quando ela liga o computador dela à corrente e lhe tira a bateria. Perguntei-lhe porque é que ela fazia isso, ao qual ela me explica, que uma  vez que a bateria está cheia se o computador estiver ligado à corrente com ela, a bateria acaba por se viciar. E este é um dos principais motivos pelos quais os portáteis têm tão pouco tempo de vida, e se está sempre a comprar novos - e a aumentar o lixo electrónico. Portanto a partir de hoje, sempre que o portátil está ligado à corrente com a bateria cheia, o que tenho a fazer é retirar-lhe a bateria! Fácil e eficaz :)
Só não convém aplicar esta ideia quando o S. Pedro estiver muito zangado, pois em dias de tempestades pode faltar a luz e sem a bateria, perdem tudo aquilo que não gravaram.

1 comentário:

Xoru disse...

Gostei muito destas ideias :) A ideia que li de reutilizar caixas de manteiga, etc, etc, faço desde sempre, já a minha mãe fazia... O problema é que chega a um momento que temos de fazer uma limpeza e mandar algumas fora (para reciclar)... Porque a acumulação desse tipo de caixas, frascos, etc, etc ultrapassa muito as nossas necessidades...